Image for post
Image for post

Já passava da seis horas da tarde e nada. Nenhum cliente havia se aproximado da barraca do velho Yan. E isso não era privilégio dele. Outros vendedores da praça também não tinham vendido nada o dia inteiro. A verdade é que o mercado de pedras preciosas tinha ficado difícil naquela vila. Principalmente depois que mais jazidas foram encontradas por ali. Com tantas pedras disponíveis, quase todo mundo resolveu montar uma barraca e vender esse abundante produto aos viajantes que passavam. Sem levar nenhum tostão para casa, Yan não conseguiu dormir. Como poderia alavancar seu negócio?

Resolveu investir na apresentação da mercadoria e passou a madrugada montando pequenas caixas de madeira para acondicionar as pedras. Ficou contente com o resultado e, assim que o dia amanheceu, correu para a praça com suas jóias e seus delicados estojos. Logo o primeiro cliente apareceu e ficou maravilhado com o que viu. Perguntou pelo preço, pagou e pediu para embrulhar. Só acrescentou um detalhe: queria que as pedras fossem retiradas. Pretendia comprar bombons e colocá-los no estojo para presentear a amada. Yan ficou irritado com aquele verdadeiro insulto e respondeu ao homem que, se quisesse, ele mesmo poderia se livrar das pedras em casa ou onde lhe aprouvesse. …

About

Hackers do LAB

Membros do Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store